domingo, 18 de dezembro de 2011

Pensatas de domingo, ou como aprender a não ter medo do seu próprio sangue...


Conheci Marcio Fonseca Mata há pouco mais de um ano e meio atrás. E de lá para cá comecei a ter contato com a auto hemoterapia, assunto que me era, até então, completamente desconhecido. Desde que ganhei o seu livro (1) em novembro de 2010, comecei a conhecer de fato o tratamento. Atualmente sou seguidor e venho cuidando de algumas dores (com sucesso) por meio desta terapia muito simples. Um método que tem alguns opositores, principalmente entre os "grandes laboratórios" (2), por razões óbvias!
Bem a propósito, pesquei na internet (3) um artigo do Marcio que considero bastante didático e esclarecedor, que republico a seguir:

“O Brasil, ou melhor, as autoridades brasileiras poderiam se interessar mais pelo que está acontecendo na medicina natural no resto do mundo.
A imunoterapia (auto hemoterapia), por exemplo, que tem por base o sangue do próprio paciente, continua surpreendendo médicos e pesquisadores nos Estados Unidos. Duas matérias recentes republicadas pelos jornais O Globo e Jornal do Brasil chamam a atenção para essa realidade. Os artigos tiveram destaques nos jornalões The New York Times e The Independent.
A matéria assinada pelo jornalista Jeremy Laurence do The Independent, republicada no Globo, destaca que um homem de 52 anos com melanoma avançado (forma letal de câncer de pele) foi tratado com sucesso com o próprio sangue.
De acordo com Laurence, o feito foi recebido por especialistas como um significativo avanço do uso da auto hemoterapia, quando é retirado o sangue do próprio paciente e aplicado imediatamente no músculo do braço ou da nádega. Isso, segundo os especialistas, reforça o sistema imunológico do corpo e combate a doença.
É importante salientar que muitos médicos aqui no Brasil utilizam esse tratamento há mais de 70 anos, conforme relato do renomado médico carioca Luiz Moura em um vídeo disponibilizado na internet desde 2004 e que tem ajudado milhões de brasileiros.
Os pesquisadores americanos revelaram que o homem tinha um melanoma em estágio quatro, considerado o mais avançado, em que a morte acontece poucos meses depois do diagnóstico. O câncer, que normalmente é adquirido por queimaduras do sol, teve início num sinal de nascença na pele e rapidamente se disseminou para um nódulo linfático na virilha e para o pulmão. Mas dois meses de tratamento com o próprio sangue, um exame de ressonância magnética mostrou que não havia mais tumor. Ao fim de dois anos, os médicos fizeram mais uma revisão e o homem permanecia livre da doença. É importante dizer que antes do tratamento com auto-hemoterapia, ele tinha se submetido a uma cirurgia e tomado remédios sem apresentar qualquer resposta positiva ao tratamento.
Para o médico Cassian Yee, responsável pelo tratamento no Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, em Seattle, uma em cada quatro pessoas com melanoma em último estágio apresenta o mesmo tipo de sistema imunológico que o paciente tratado. Para esse grupo, a terapia poderia ser bem sucedida. O Dr. Yee ressaltou que o teste foi feito em apenas um paciente e que mais estudos são necessários.
- Ficamos surpresos com o efeito antitumoral dessas células e com a duração da resposta -firmou o cientista.  Para este paciente o tratamento foi um sucesso, mas precisamos confirmar a eficácia do tratamento num estudo mais amplo.
O que as autoridades brasileiras deveriam saber é que esse teste foi publicado na revista “New England Journal of Medicine” e descreve a auto hemoterapia como “uma nova estratégia” que aponta “uma possível nova direção” para diversos tratamentos.
Já o jornalista Alan Schwarz publicou reportagem de página inteira no The New York Times, republicada pelo Jornal do Brasil, destacando a auto hemoterapia no tratamento de inflamação no cotovelo e de tendinite no joelho para todo tipo de atletas. Segundo especialistas em medicina esportiva, a técnica da auto-hemoterapia é rica em plaquetas, eficaz e fácil de aplicar. Tal constatação foi revelada após o tratamento com o próprio sangue de dois dos maiores astros do Super Bowl (futebol americano). Hines Ward e Troy Polamalu, da equipe do Pittsburgh Steelers, se submeteram ao tratamento após vencer o Super Bowl.
De acordo com a matéria, pelo menos um lançador de beisebol da liga norte-americana, cerca de 20 jogadores profissionais de futebol e centenas de atletas amadores já passaram pelo tratamento, ou seja, usaram a auto-hemoterapia com o objetivo de curar seus ferimentos.   Segundo os médicos, a técnica ajuda a regenerar ligamentos e fibras do tendão, o que poderia encurtar o tempo de reabilitação e evitar a cirurgia.
Diz a reportagem que a pesquisa sobre os efeitos do plasma rico em plaquetas ganhou um gás nos últimos meses, com a maioria dos médicos alertando para o fato de que estudos mais rigorosos são necessários. Outra corrente de pesquisadores suspeitam que o procedimento poderia se tornar uma linha de tratamento cada vez mais atrativa por razões médicas e financeiras. Aí cabe salientar  que esse fenômeno vem se agigantando no Brasil, onde cerca de 12 milhôes de pessoas, segundo cálculos de especialistas, fazem uso da auto-hemoterapia.
Registro o recebimento de centenas de e-mails e telefonemas de pessoas comentando nosso artigo “Mais de 12 milhões de brasileiros fazem auto hemoterapia” no Pôr do Sol de março, declarando ser usuárias da auto hemoterapia. Muitas queriam conhecer essa notável terapia que continua crescendo no Brasil e fora daqui...”

Marcio Fonseca Mata é jornalista, escritor e meu cunhado.

1. Marcio lança um novo livro –agora em março de 2012–, mas não sobre o mesmo tema.

2. Claro que laboratórios não desejam que as pessoas se tratem de forma tão simples e que não envolvem suas químicas assassinas... E seus lucros exorbitantes.


3. “A Auto Hemoterapia faz a diferença e avança no primeiro mundo, mas é ignorada no Brasil” agosto 22, 2009 por http://hssuffer.wordpress.com

12 comentários:

Anônimo disse...

Os órgãos regulamentadores da Saúde no Brasil, como CFM, SBHH, Ministério da Saúde, ANVISA, não reconhecem a auto-hemoterapia como um procedimento médico, e ainda condenam a técnica, alegando que importantes “riscos” devam ser considerados.

Quais riscos? Existe alguma queixa ou registro de caso verídico nestes órgãos, que possa desabonar a AHT? Existe algum estudo comprovado para tais alegações de riscos?

Quais seriam as recomendações destes órgãos, aos portadores de doenças auto-imunes e ou cronicas, como Mal de Crohn, Esclerodermia, furunculose, citando apenas estas(*), pois existem muitas outras enfermidades (casos comprovados) que atestam a eficácia, segurança e inocuidade da AHT.

Recomendam estes órgãos, que portadores destas doenças devam continuar doentes, haja vista, que os casos acima citados, possuem documentação que comprovam exatamente o oposto do que afirmam estes órgãos?

E o que fazer com a experiência de 60 anos do Dr. Luiz Moura com a AHT? Deveria continuar sendo totalmente ignorada, como tem sido até o momento?

A Auto-hemoterapia é um procedimento centenário. E são quase 5 anos de proibição (somente no Brasil). Onde estão os casos de riscos? Onde estão os atestados de óbitos? Onde estão os casos que confirmem as suposições e temores, nos quais se justificam e se apoiam estes órgãos?

E como reclamam pesquisas e estudos que poderiam esclarecer de vez esta questão, quem deveria fazer estes estudos? Os defensores da terapia? Ou os mesmos órgãos que insistem em continuar desabonando a terapia?

E como se não bastasse a falta de argumentos que realmente pudessem justificar as suas alegações, chega-se ao absurdo de mencionar efeito psicológico (placebo) para “explicar” os milhares de casos de beneficiados com a AHT, enquanto a terapia é usada amplamente na Medicina Veterinária.

Em suma, nada plausível e nada de concreto, têm estes órgãos para continuarem com esta situação inaceitável, proibindo e ameaçando profissionais de saúde de fazer uso da técnica, que já está “mais do que comprovada” na prática.

UMA PROIBIÇÃO ILEGAL
(QUEM PROIBIU A AUTO-HEMOTERAPIA?)
— Walter Medeiros
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-legis.htm

José Luiz Dutra – Curado de Mal de Crohn com a auto-hemoterapia, após 10 anos de sofrimento, seguindo todo o tratamento convencional.

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/jose_dutra_crohn_disease.htm

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/joseluiz.htm

Marcelo Fetha – Curado de furunculose cronica com a auto-hemoterapia, após 50 anos de sofrimento seguindo todos os tipos de tratamentos convencionais.

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/doencas/furunculose.htm

http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=3482&u=6

Revista Científica Européia REFERÊNCIA publica artigo dos cientistas brasileiros Telma Geovanini e Manoel Mozart Corrêa Norberto sobre auto-hemoterapia:
- Tratamento da Esclerodermia doença auto imune através da auto-hemoterapia: Um estudo de caso clínico.
O artigo está em http://www.esenfc.pt/rr/admin/conteudos/downloadArtigo.php?id_ficheiro=261&codigo=
O endereço da Revista é http://www.esenfc.pt/rr/site/

http://www.medicinacomplementar.com.br/pdf/tema150808b.pdf

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/tratamento_de_feridas_prof_Telma.htm

REGISTRO FOTOGRAFICO QUE COMPROVA A EFICACIA DA AUTO-HEMOTERAPIA

Cura de alergia crônica de pele com a auto-hemoterapia.

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/Autohemoterapia_cura_alergia_cronica_de_pele.html

Auto-hemoterapia CURA deficiência genética no figado.

http://www.youtube.com/watch?v=rfueFFX05hI

Auto-Hemoterapia – Relatos por doenças

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/doencas/links_completos.htm

Auto-hemoterapia Placebo?

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/placebo.htm

http://pdfcast.org/search/all/autohemoterapia

https://sites.google.com/site/autohemotherapy/

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/

André Setaro disse...

Surpreendente a informação sobre o livro de Márcio Fonseca Mata sobre a Hemoterapia.

A indústria farmacêutica domina o mundo. No Brasil, as farmácias são autênticas butiques de comércio de perfumarias (sabonetes, perfumes...), além, claro, de um abastecimento excessivo de remédios. As pessoas vão à farmácia "consumir" remédios (vitaminas, analgésicos...) numa automedicação perigosa simplesmente porque atendem ao apelo do consumo irrestrito. Os grandes laboratórios se utilizam de africanos de estados pobres como cobaias de medicamentos perigosos, que levam muitos à morte. O que pode ser visto, e 'in loco', em 'O jardineiro fiel', de Fernando Meirelles.

Horror, horror, como disse Joseph Conrado em 'Coração nas trevas'.

Jonga Olivieri disse...

A REALIDADE É QUE OS LABORATÓRIOS FAZEM O QUE QUEREM E BEM ENTENDEM NÃO SOMENTE NO BRASIL COMO PELO MUNDO AFORA.
E VOCÊ FALOU UMA COISA IMPORTANTE, CARO PROF. SETARO; USAM POPULAÇÕES INTERIAS DE COBAIAS, NUM COMPORTAMENTO ABSURDO QUE MAIS ME LEMBRA "A ILHA DO DR. MOREAU".
ENQUUANTO ISSO, A 'AUTO HEMO', UMA SOLUÇÃO DE BAIXO CUSTO QUE PODERIA ESTAR SALVANDO POPULAÇÕES INTEIRAS É NÃO SOMENTER RELAGADA A 2o PLANO COMO COMBATIDA PELAS "AUTORIDADES"...

Jonga Olivieri disse...

ANÔNIMO, VOU PROCURAR AS REFERÊNCIAS QUE VOCÊ POSTOU NO SEU COMETÁRIO. ACREDITO QUE VÃO AJUDAFR MUITO NO COMPLEMENTO ÀS INFORMAÇÕES DE MEU CONHECIMENTO...

André Setaro disse...

Coloquei em meu blog Clipping a faixa maior sobre o tabagismo. Veja em:
http://clippingsetaro.blogspot.com/

Joelma disse...

Este tratamento é uma revolução. Mas é a primeira vez que ouço falar em aplicações para câncer.
Que eu soubesse era muito bom para doenças auto-imunes.

Jonga Olivieri disse...

OLHA SÓ, JÔ. O MARCIO ESTUDOU E PESQUISOU MUITO SOBRE ISSO. EU TENHO NEUROPATIA DIABÉTICA E ESTOU ME DANDO BEM. MUITO BEM MESMO! NA TERCEIRA SEÇÃO EU JÁ SENTIA UMA DIFERENÇA DOS DIABOS.
E TEM MAIS, UMA ENERGIA QUE SAI DA RETA SÔ!

Anônimo disse...

Fiquei curiosa de conhecer esta terapia pois meu marido sofre de dores Lomgalgia e talvez seja indicadopara tal.

Greice Paz

Jonga Olivieri disse...

A 'LONBALGIA', CREIO, NÃO DEVA SER TÃO DIFERENTE DA 'NEUROPATIA'.
E NO MEU CASO O RESULTADO COMEÇOU A SER SENTIDO JÁ NA 1a SEÇÃO.

Anônimo disse...

E diferente, mas ambas provocam muitas dores. Bom que esteja resolvendo para você.

Greice

Jonga Olivieri disse...

Eu sei disso porque tenho uma grande amiga que sofre de Lombalgia...

Anônimo disse...

AUTO-HEMOTERAPIA NA GLOBO E RECOMENDADA PELO PROFESSOR VETERINÁRIO ANTONIO CANDIDO

http://www.youtube.com/watch?v=YMBqTysZ6wY

Globo Rural: Domingo, 25/12/2011

fonte: VIDEO: Como cuidar de verrugas que aparecem nas tetas da vaca