domingo, 20 de novembro de 2011

Pensatas de domingo, coisas bonitas, feias, Natalie Wood, bombas e Wall Street....


Felizmente vamos começar esta Pensata com uma “coisa bonita”. E inteligente, of course! Então nada melhor do que a foto de Monica Iozzi do CQC (Custe o Que Custar) exibido todas as segundas na Band.
Monica, eu nem sei se você vai ler isto, mas quero dizer aqui que para alem de ser a excelente jornalista que é, é tambem um colírio para os meus olhos e de todos os leitores deste blogue.

Aliás, por falar em “custe o que custar”, Ciro Gomes afirmou quinta feira (17) em entrevista à TV UOL (1) que é "natural" que seu partido, o PSB, rompa a aliança com o PT no plano nacional. Ciro disse também que só disputa nova eleição se for para presidente da República. Lembrando: ele já concorreu ao cargo em 1998 e 2002.

A polícia de Los Angeles informou na quinta feira que reabriu, 30 anos depois (29/11/1981), a investigação da morte da atriz Natalie Wood (2). O porta voz do governador do condado de Los Angeles, Steve Whitmore, destacou que a polícia recebeu novas informações acerca do caso.
A atriz de 43 anos (1938/1981) foi encontrada morta, com o corpo boiando nas águas duma baía na ilha Catalina, na costa da Califórnia, em um fato que foi considerado acidental, mas que causou polêmica na época. As autoridades determinaram que a atriz bebeu demais antes de sua morte, concluíram que tudo foi um acidente quando Natalie caiu enquanto tentava saltar para um bote de borracha atado ao iate onde viajavam.
Apesar da conclusão policial, começaram a circular rumores de suicídio ou assassinato e teorias sobre uma possível briga com seu marido antes de cair na água, motivada por uma suposta crise de ciúmes de Robert Wagner (o marido) motivado pela amizade da atriz com Cristopher Walken (o ator de um filme que realizavam).
Dennis Davern, capitão do iate em que Natalie Wood estava antes de morrer, disse ao programa de TV "Today", da "NBC", que mentiu para os investigadores há 30 anos. Ele acusa Robert Wagner pela morte da atriz.
Davern disse que a briga entre Natalie e Robert foi crucial para a morte dela. Questionado sobre o quanto a briga estaria ligada à morte, o capitão do iate disse ao canal de televisão que "essa será uma decisão dos investigadores".
Na sexta feira a irmã da atriz, Lana Wood, falou ao site "TMZ" que nunca acreditou na versão contada por Robert Wagner. Afirmou também que Wagner não foi honesto com as autoridades ao ser interrogado e que, na época, foi questionada por policiais se a relação entre Natalie e seu marido era "inconstante". Lana acredita que "se há um responsável pela morte de Natalie, ele deve ser punido, mesmo 30 anos depois".
Através de um porta voz, Robert Wagner emitiu um comunicado dizendo que ainda não recebeu qualquer contato da polícia de Los Angeles, mas que “apóia totalmente os esforços agora feitos” e que “confia que será avaliado se qualquer nova informação relacionada com a morte de Natalie Wood Wagner (nome de casada da atriz) considerada válida”. Frisou também que essa informação deve vir de “fontes credíveis e não dos que simplesmente querem lucrar” com o 30º aniversário da morte da atriz.
A verdade é que estão surgindo contradições que podem provocar consequências dramáticas ao caso.

O ministro da Defesa israelense Ehud Barak disse ontem em entrevista à CNN que “o Irã está a menos de um ano de atingir sua ‘meta’ de produzir uma arma nuclear”.
Teerã afirma que seu programa nuclear é para fins pacíficos. Barak negou-se a comentar sobre as especulações da forte explosão em uma base militar iraniana na semana passada, que matou 17 soldados tenha sido um trabalho do Mossad, serviço secreto de Israel.
Estados Unidos e Israel não descartam ataques aéreos a instalações nucleares iranianas. E parece que estão a preparar essa ação...

Frase da semana: “A infância não, a infância dura pouco. A juventude não, a juventude é passageira. A velhice sim. Quando um cara fica velho é pro resto da vida. E cada dia fica mais velho.” (Millôr Fernandes)

Dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas de Nova Iorque na última quinta feira celebrando o aniversário de dois meses do movimento "Ocupe Wall Street" com uma passeata próxima à Bolsa de Valores. Os protestos terminaram com ao menos 300 detidos pelas forças policiais, segundo dados atualizados divulgados pela imprensa ianque na sexta feira.
Em diversos Estados, manifestações semelhantes ocorreram em apoio ao movimento "Ocupe", cujos acampados vêm sendo expulsos de parques e praças pelas autoridades locais, que justificam a ação por “motivos de segurança”.
Vias de acesso ao centro financeiro estavam bloqueadas desde a manhã do dia 17, e a situação ficou pior com protestos realizados nas estações de metrô durante o pico da movimentação da população no transporte público.
O protesto fazia parte de uma "Jornada de Ação Global" anunciada no site www.occupywallst.org (3), com manifestações previstas em outras cidades dos Estados Unidos, assim como na Bélgica, Alemanha, Itália, Nigéria, Polônia e Espanha http://www.occupytogether.org/ (4) .
Não tem volta! A Revolução avança no mundo inteiro!

Infelizmente vamos encerrar esta Pensata com uma “coisa feia”. O energúmeno (5) FHC, o FDP (6) está muito assanhadinho ultimamente, vocês não acham? Precisamos lançar o movimento “Cala a boca FHC!” a exemplo do “Cala a boca Galvão!” O ex presidente já fez muito mal a este país... Que fique caladinho no seu canto com os $ milhões que embolsou com a doação da Vale do Rio Doce e outras falcatruas, porra!

1. Se quiser conferir a entrevista completa de Ciro Gomes, acesse o link:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/poderepolitica/ciro_gomes-1.shtml

2. Natalie Wood (cujo nome de batismo era Natalia Nikolaevna Zakharenko) ficou famosa por suas atuações em "Amor, Sublime Amor" (West Side Story, Robert Wise, 1961), "Clamor do Sexo (Splendor in the Grass, Elia Kazan, 1961)", "Rastros de Ódio" (The Seachers, John Ford, 1958), “Juventude Transviada” (Rebel Without a Cause, Nicholas Ray, 1955), entre outros filmes, tendo começado a trabalhar em Hollywood com apenas cinco anos de idade em 1943.

3. Lembrando que desde a última sexta feira (18/11/11) o link para “Occupy Wall Street” já está em “Minha lista de Blogs”, na coluna ao lado.

4. “Occupy Togheter” é o site para os movimentos de ocupação nos Estados Unidos e em outros países. O link também já está na “Minha lista de Blogs” desde anteontem.

5. Este termo “energúmeno” associado à hedionda criatura tem o copywright do Professor André Setaro.

6. Sigla de “Fernando Henrique Cardoso” o Filho da Puta”, uma campanha “caseira” que fiz na qual colava adesivos nos elevadores, corredores, ônibus e táxis em que entrava, banners nos meus blogues e o envio de-mails para pessoas conhecidas.

NOTA IMPORTANTE: Por algum motivo (para mim desconhecido), não estou a conseguir habilitar os links na internet da forma habitual. Como desconheço outra maneira de fazê-lo, peço desculpas aos meus leitores, mas eles terão que, pelo menos por enquanto, copiar e colar esses links na barra de acesso de seus navegadores. De qualquer maneira os destaquei em amarelo para que fiquem mais fáceis de visualizar.

12 comentários:

André Setaro disse...

A bela Natalie Wood (1938/1981) morreu cedo aos 43 anos. Era uma atriz admirável e sempre foi uma das minhas preferidas. Revi, recentemente, em dvd que comprei, "Clamor do sexo" ("Splendor in the grass", 1961), que tem um de seus momentos mais sublimes no cinema, e que considero a obra-prima de Elia Kazan.

Natalie se casou duas vezes "de papel passado", como se diz, com Robert Wagner. O segundo casamento com ele já em crise de incomunicabilidade antoniônica. Um barco. Muita bebida. Ela, atônica, foi para a proa e caiu. Acredito que se Wagner é culpado não o é por dolo, mas por culpa.

A Monica do CPC é realmente inteligente e bonita!

Abraços dominicais.

Jonga Olivieri disse...

Engraçado, mas publiquei este ítem pensando em você, 'of course' meu caro primo, mas quando penso em cinema penso em você!
O fato é que 'Natalia Nikolaevna Zakharenko' (ou Wood, ou ainda Wood Wagner) foi uma das mulheres mais lindas do cinema.
Quanto à Monica, como "platéia" dela todas as semanas (na fila do gargarejo), acho-a muito linda!

Joelma disse...

É chocante o caso da Natalie Wood!
Como é chocante o eminente e "paranóico" ataque dos sionistas e americanos contra o Irã!
Como são chocantes as "falcatruas" de FHC!
Também é chocante aa repreção nos movimentos de "Occupy" com mais de 300 presos em Nova York!
Mas a frase de Millôr é digna de nota!
E a Mônica Iozzi é mesmo muito bonita. E inteligente. Só que esta de "colírio para os olhos" é meio machista! Concorda?

Joelma disse...

Desculpe, "repressão"!

Jonga Olivieri disse...

Joelma, só não concordo com você quanto à questão de "colírio para os olhos" ser "machista"! Afinal, o que é bonito é para ser admirado. Até pelas mulheres!!!
Quanto ao erro em "repressão", ora, às vezes cometemos escorregadas. Pelo menos você o corrigiu logo, sinal que foi apenas um impulso!

Mário disse...

André Setaro é de fato um profundo conhecedor de cinema. Não há nada neste assunto que ele não conheça.

E mais uma vez parabéns pela Pensata deste domingo!

monicaiozzinews disse...

Oi!

Já é a segunda vez que leio coisas interessantes sobre a Monica Iozzi neste blog, tinha divulgado um link deste blog em meu twitter anteriormente.

Bom... meu blog não lida com opiniões pessoais, apenas notícias.

[]'s Gustavo Pamplona - @MonicaIozziNews

Jonga Olivieri disse...

Costumo dizer de André que ele é o maior conhecedor de cinema do Brasil. Pode parecer exagero,mas não é!!!

Jonga Olivieri disse...

E vai ler muito mais, Gustavo, porque acho ela um charme e tambem uma excelente jornalista!

Jonga Olivieri disse...

Alem do mais assisto o CQC tgodas as semanas!

monicaiozzinews disse...

Oi!

Eu li o comentário no meu blog e o "Monica Iozzi News" não é a Monica, ok? ;-)

Bom... abraços!

[]'s Gustavo Pamplona - @MonicaIozziNews

Jonga Olivieri disse...

Tudo bem, agora entendi...
Em todo o caso, vale pelo voto, pois sou favorável a que ela fique na bancada do CQC.
Caso possa, transmita a ela minha mensagem!