sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Acasos, por acaso

No dia 4 de outubro publiquei um artigo neste blogue falando sobre programas cômicos e suas fórmulas cansativas, até porque repetitivas. Por acaso, nesta quinta-feira voltei a assistir Casos e Acasos, que tinha visto uma vez. E gostei. Ou até melhor, gostei de novo. Mas tem um fator importante: as histórias são diferentes, os personagens são outros. Em suma, neste caso, aquele negócio de toda semana a mesma ladainha não acontece.

Barack Obama realmente está a provocar uma comoção mundial com sua eleição a presidente da matriz. Aqui no Brasil, um dos países de maior população negra do mundo, a coisa foi estrondosa. Até porque, na maioria, nos consideramos “brancos de alma preta”. Eu pelo menos penso e me sinto assim. E é de fato emocionante ver um negro no comando a Casa Branca. Ou será que agora deveria mudar de nome?

Só tem uma coisa: se Obama conseguir fazer metade do que os ianques – e boa parte do planeta – estão a esperar dele, pode-se considera-lo o maior fenômeno político de todos os tempos.

O dólar continua subindo. Cai num dia, volta a disparar no outro. Aliás, as bolsas estão assim no mundo inteiro. É o samba do capitalismo doido. O sistema enlouqueceu por completo gente... E não tem muito para onde correr mesmo. Vamos ver agora, que a ala Democrata do partido único estadunidense venceu e as coisas tendem a um maior cuidado e atenção do estado.

Diga, espelho meu... existe uma pessoa mais burra do que a Luciana Gimenes? Quer dizer, burra em alguns aspectos, em outros, põe esperta nisso. Eu costumo dizer que ela é uma mulher muito bonita; até abrir a boca. Porque quando abre, sai da frente, troca-se o canal porque chega a ser insuportável.

Falar em lixo cultural e prostituição... a bicharada está em polvorosa na Califórnia. Imagina só, proibiram o casamento homossexual. Gabeira que se cuide! Afinal, caso fosse eleito ele seria o primeiro prefeito viado do Rio de Janeiro. Embora eu não bote a mão no fogo pelos que já passaram por aqui. Por acaso alguém bota?

8 comentários:

jr disse...

A Luciana Gimenez é uma bosta mesmo. Fico imaginando como ela consegue dar os golpes que dá. pelo menos tem sido assim. E o Gabeira, é veado mesmo?

Anônimo disse...

Programas cômicos são mesmo repetitivos. Ainda não assisti Caos e acasos. Vou ver e conferir. Luciana Gimenes é uma negação como apresentadora e só está ali, você sabe porque. Se não fosse isso já teria sambado a muito tempo. Mas,`^o meu, essa de Casa preta foi demais.
Otávio

Jonga Olivieri disse...

Pode crer, amigo...

Jonga Olivieri disse...

Eu não falei Casa Preta... apenas disse que devia trocar de nome, certo?

gauchescas disse...

Este negócio de casamento gay é um assunto muito polêmico.
Também li alguma coisa sobre a proibição na Califórnia. Mas confesso que não tive tempo nestes dias de aprofundar as razões das medidas.
E Luciana Gimenes (ou Gimenez) acho que é unanimidade a sua péssima performance como apresentadora de programas de televisão. Já notastes as expressões que faz? Triste.

Jonga Olivieri disse...

Luciana Gimenes (é com esse) é unamidade no tocante à sua estupidez como apresentadora. É o tal negócio, para outras coisas é uma espertalhona. hehehe!

maria disse...

Mulherzinha isuportável aquela Luciana Gimenes. E o pior é que ela se acha a Rainha da Cocada Preta. Ai, meu Deus!

Jonga Olivieri disse...

Então não é, Mary...